Educação – Blog do Fábio Cardoso

Educação

Matrículas do Nova Semente e da rede municipal de Petrolina iniciam no próximo dia 27

A Prefeitura de Petrolina, por meio da Secretaria de Educação, inicia seu processo de matrículas para o ano de 2018. O cadastro escolar terá início no próximo dia 27 e segue até o dia 30 de novembro para crianças novatas e os alunos já atendidos pelo programa de primeira infância Nova Semente.

No próximo ano, haverá um aumento no número de vagas do programa: as unidades atenderão de forma integral e gratuita 7 mil alunos de 06 meses a 3 anos e 11 meses. Com o aumento, está prevista a contratação de cerca de 1500 profissionais.

Para fazer a matrícula, os pais devem procurar a unidade portando os seguintes documentos: cópia da certidão de nascimento, uma foto 3×4 recente, comprovante de residência com CEP, cópia da carteira de vacinação, RG, CPF e NIS.

Rede municipal

Para os estudantes já matriculados na Rede Municipal, o período de confirmação das matrículas será entre os dias 01 e 08 de dezembro. Os pais e/ou responsáveis também precisam procurar as atuais unidades para fazer a confirmação. Para os alunos  novatos, o período de matrícula será a partir do dia 8 de janeiro. Para os estudantes que vão integrar a Rede em 2018 e que precisam  de Atendimento Educacional Especializado (AEE), a matrícula será entre os dias 04 e 08 de dezembro.

O nosso compromisso é garantir vagas para todos os alunos da nossa Rede. Somamos muitos esforços e em 2018 estaremos ampliando o número de vagas no Nova Semente, com acompanhamento de qualidade e integral. Nenhum estudante estará fora da sala. Estamos trabalhando para ofertar uma educação de qualidade para nossas crianças”, destaca a secretária municipal de Educação, Maéve Melo.


Secretaria de Educação de Lagoa Grande vai realizar nesta sexta (17), o lançamento e abertura do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa

Acontece em Lagoa Grande, nesta sexta-feira, 17 de novembro, o lançamento e abertura do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa – PNAIC. A iniciativa, vai começar às 8h, no auditório da Câmara de Vereadores de Lagoa Grande, é promovida pela Secretaria de Educação Lagoa Grande, sendo direcionada a professores e coordenadores pedagógicos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental da rede municipal de ensino.

O evento deve abordar os eixos fundamentais do pacto envolvendo sua gestão, material pedagógico e a formação necessária para que o programa aproxime cada vez mais o ambiente escolar da prática docente executada pelos educadores das cidades.

Em Pernambuco, o PNAIC atende 16 Gerências Regionais de Ensino, com 185 coordenadores locais e 1.158 formadores, possibilitando que 183 municípios do estado e o arquipélago de Fernando de Noronha obtenham o alcance de seu propósito, que é assegurar que todas as crianças sejam alfabetizadas até o terceiro ano do Ensino Fundamental, visando contribuir para que todos os estudantes concluam o Ensino Fundamental na idade recomendada, que é 14 anos.

Blog do Everaldo

Proxima sexta dia 17 acontece a III Conferencia Municipal de Educação de Orocó-PE

A prefeitura do município de Orocó – PE através da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes e do Fórum Municipal de Educação, promove a III Conferência Municipal de Educação – III COMEO, com o tema “A Consolidação do Sistema Nacional de Educação (SNE) e o Plano Nacional de Educação (PNE): monitoramento, avaliação e proposição de políticas para a garantia do direito a educação de qualidade social, pública, gratuita e laica”.

A mesma tem como objetivo monitorar e avaliar o cumprimento do Plano Municipal de Educação – PME, corpo da Lei, metas e estratégias, propor políticas e ações e indicar responsabilidades, co-responsabilidades, atribuições concorrentes, complementares e colaborativas entre os entes federados e o sistema de educação.

Sua participação é muito importante!

AsCom/Secretaria de Educação

Secretaria de Educação de Lagoa Grande irá abrir seleção simplificada de professores com prova escrita

Um processo seletivo simplificado para a contratação de professores será aberto pela secretaria de Educação de Lagoa Grande (PE), a informação foi passada com exclusividade ao blog do Everaldo pelo secretário de Educação Wilian Cesar.

“Vamos realizar uma seleção simplificada de professores, entendemos que o processo tem que ser através da meritocracia, também sabemos que é uma exigência dos órgãos de controle. 2018 vamos ter muitas novidades que vão beneficiar nossa população.” Disse Wilian

O secretário disse ao blog que a seleção simplificada será através da realização de prova escrita. A banca responsável pelo certame está em processo de licitação e logo será divulgado todos os detalhes e quantidades das vagas.

Segundo o gestor a expectativa é que o processo seletivo seja realizado ainda esse ano.

Informações do Blog do Everaldo

Secretaria Municipal de Educação de Lagoa Grande (PE) inicia planejamento estratégico educacional para 2018

Focado nas metas e o que deve está inserido no planejamento educacional para 2018 na rede municipal de ensino, o secretário Municipal de Educação de Lagoa Grande (PE), Wiliam César esteve na tarde desta sexta-feira (10) reunido com todo corpo pedagógico da rede (Gestores, vice-gestores, coordenadores, técnicos) para elaborarem democraticamente um documento com metas e ações a serem executivos no próximo ano letivo. “É o nosso planejamento estratégico para 2018, nós estamos convocando aqui toda a rede, todos os gestores, toda a equipe da secretaria de educação envolvida para que a gente possa elaborar um documento de todas as ações, de todas as metas que vão ser concretizadas em 2018”, comentou o secretário bastante otimista em relação ao letivo de 2018.

Esteve presente a ex-secretaria municipal de Petrolina (PE) na gestão do ex-prefeito Julio Lossio, a professora Gilmara Lacerda esteve presente dialogando com os profissionais da educação sobre a rotina do gestor educacional e dos coordenadores pedagógicos.

O secretário termina enaltecendo toda equipe. “Então é o corpo técnico com bastante experiência unido para tentar traçar algumas metas possíveis para 2018”.

 

Aluna afraniense é premiada na mais importante olimpíada de matemática do país

A estudante Bruna Lima da Silva, de 14 anos , estuda na escola Padre Cícero, em Cachoeira do Roberto e está entre os destaques premiados  na OBMEP 2016, a olímpiada de matemática mais importante do país.

 A Regional  da OBMEP em Pernambuco fez a entrega dos prêmios hoje aos estudantes, professores e escolas premiados em 2016.

Nessa oportunidade, foi feita também a entrega de Certificados aos estudantes do curso de extensão Descobrindo Talentos em Matemática, ofertado pelo NUPEMAT/UNIVASF.

A premiação aconteceu  no Espaço  Multieventos da Univasf , em Juazeiro

12 dicas para arrasar na segunda parte do ENEM 2017

Especialista em gestão escolar fala sobre atitudes que podem facilitar no dia da prova

A segunda parte do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é no próximo domingo. E é claro que nesse momento tão importante é bom estar preparado. E para te ajudar nessa tarefa, a psicopedagoga especialista em gestão escolar e educação, Ana Regina Caminha Braga, separou doze dicas para ajudar em todo esse processo.  “As dicas para os alunos que participarão do ENEM têm o objetivo de minimizar a ansiedade ocasionada pelo momento repleto de expectativas, sonhos de uma nova etapa a ser iniciada e também de vários receios”, comenta.

O aluno precisa ter algumas informações em mente para o dia da prova: (mais…)

Lagoa Grande (PE) – Secretário de Educação intensifica apoio ao estudante do Enem com transporte gratuito

Diferentes de alguns municípios que não priorizam o estudante em datas decisivas a exemplo do ENEM, a prefeitura de Lagoa Grande no Sertão de Pernambuco, através da Secretária Municipal de Educação, focou no ENEM 2017 neste domingo (05) disponibilizando ônibus gratuito para todos os estudantes que necessitaram do transporte gratuito. Vale destacar que hoje foi o primeiro dia de prova e no próximo domingo dia 12 será a final.

Quem esteve acompanhando de perto todas as movimentações do estudantes, foi  o secretário de educação Wilian Cesar, que foi até ao local de embarque e distribuiu garrafas de água mineral.

“Nós trabalhamos com ações voltadas para o melhoramento da educação do nosso município, é mais que justo nesse momento de grande decisão para os alunos lagoagrandenses a Seduc está presente. Colocamos ônibus para todos os locais de provas, de todas as localidades polos, como a Sede, Vermelhos, Jutaí, Catalunia e até para Petrolina. Agora estamos aqui distribuindo água e desejando boa sorte e muito sucesso aos candidatos.” Disse Wilian Cesar.

 

A 2 dias do Enem 2017, 22% dos candidatos ainda não consultaram o local de provas

Caneta preta de tubo transparente e documento original com foto são obrigatórios no Enem 2017 (Foto: Luiza Tenente/G1)

Faltam menos de 24h para a primeira prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no próximo domingo (5), e, até as 11h35, 22,38% dos inscritos ainda não tinham verificado o local onde farão a prova.

A edição de 2017 do Enem tem 6.731.300 candidatos inscritos. As provas serão aplicadas no dias 5 e 12 de novembro.

O endereço do local de prova está disponível no “Cartão de Confirmação da Inscrição” na página https://enem.inep.gov.br/participante/. Para acessar o cartão, basta fornecer o número do CFP e a senha cadastrada na inscrição.

O documento informa o número de inscrição; a data, hora e local das provas; a opção de língua estrangeira escolhida e os atendimentos específicos e/ou especializados, caso tenham sido solicitados.

Surdos terão prova em vídeo

A edição de 2017 do Enem terá pela primeira vez uma prova traduzida para a linguagem de sinais em formato de vídeo. Até o ano passado, eles precisavam contar apenas com o apoio de intérpretes. Usando o formato de vídeo, o estudante terá duas horas a mais para fazer a prova. Já caso ele escolha o apoio do intérprete, ele terá uma hora a mais.

Redação e direitos humanos

O Ministério da Educação (MEC) informou ter recebido, na última quinta-feira (2), a decisão judicial que impede nota zero para o estudante que desrespeitar os direitos humanos na redação do Enem. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), responsável pela aplicação da prova, disse que vai recorrer.

A decisão provisória da Justiça Federal proíbe que seja automaticamente zerada a prova que tiver desrespeito aos direitos humanos. Entretanto, o autor também não vai conseguir tirar a nota máxima.

Na semana passada, uma decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) suspendeu um trecho do edital do Enem que determinava a anulação da prova que incluísse trechos com desrespeito aos direitos humanos em qualquer parte da redação.

Entretanto, outro trecho do edital ainda mantém como regra que a “proposta de intervenção” respeite os direitos humanos. A proposta de intervenção é uma das cinco competências exigidas dos alunos, e cada uma delas vale 200 pontos. Ao desrespeitar os direitos humanos ao escrever sobre o problema proposto, o candidato vai tirar zero apenas neste item e poderá, no máximo, tirar nota 800 na redação.

Medidas de segurança

De acordo com o Inep, todos os locais de prova terão detectores de metal. No fim de setembro, o órgão só tinha garantidos 35% dos detectores de metal que foram empregados na edição anterior do exame. “Conseguimos como medida administrativa alugar os detectores de metal e eles estarão nos locais”, afirmou a presidente do Inep, Maria Inês Fini. “Teremos essa fiscalização em 100% dos locais de participação.”

Neste ano, também, haverá um monitoramento especial de segurança para detectar o uso de pontos eletrônicos, impedindo possíveis tentativas de fraudes por parte de candidatos que tentam usar o equipamento para receber ajuda para responder às questões.

De acordo com Maria Inês, esse monitoramento será feito por meio do “rastramento de ondas magnéticas para detectar os pontos eletrônicos”, com o apoio da Polícia Federal, em diversos locais de prova que não serão anunciados.

Mais de meio milhão de funcionários

O Enem 2017 terá mais de 600 mil pessoas envolvidas na aplicação e transporte das provas. Veja abaixo os números divulgados pelo Inep nesta quarta:

  • Coordenadores estaduais: 54
  • Coordenadores municipais: 1.793
  • Coordenadores de locais de prova: 13.880
  • Assistentes de locais de prova: 22.020
  • Chefes de sala: 197.270
  • Aplicadores: 195.578
  • Aplicadores especializados: 12.784
  • Fiscais de banheiro: 67 mil
  • Agentes de segurança pública: 22.948
  • Certificadores da Rede Nacional de Certificadores (RNC): 40.406
  • Funcionários dos Correios envolvidos na distribuição: 12.434
  • Funcionários dos Correios envolvidos na logística reversa: 29 mil

Enem 2017: veja seis motivos que ainda podem levar ao zero na redação

Caderno de provas do Enem 2016 (Foto: G1/Arquivo)

A redação é decisiva no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Quem tira nota zero fica impossibilitado de participar de programas do governo federal como Fies e Prouni; e dificilmente consegue nota para disputar vagas nas universidades pelo Sisu.

Neste ano, uma decisão provisória da Justiça Federal proíbe que seja automaticamente anulada a redação que tiver desrespeito aos direitos humanos. Entretanto, o autor também não vai conseguir tirar a nota máxima na redação. A liberdade para desrespeitar os direitos humanos sem a anulação sumária é o tema de uma ação judicial movida pela Escola Sem Partido, que conseguiu aval provisório da Justiça Federal e é alvo de críticas pelo Ministério da Educação (MEC).

No ano passado, 84.236 pessoas ficaram com nota zero. Confira, abaixo, quatro itens que podem anular seu texto e entenda a polêmica sobre os direitos humanos:

1. Fuga ao tema

Não adianta escrever bem, ter ideias organizadas e fugir do tema proposto. Ele é muito claro e precisa ser seguido, assim como a estrutura dissertativo-argumentativa cobrada no exame.

“No Enem 2016 (quando o tema foi “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”), recebeu a rubrica fuga ao tema a redação estruturada integralmente em assunto não solicitado, ou seja, qualquer encaminhamento que não tratou do tema ou, pelo menos, de assunto a ele relacionado”

Foram exemplos de fuga ao tema em 2016 a abordagem, exclusivamente, de:

  • princípios e fundamentos doutrinários ou filosóficos das religiões
  • violência ou intolerância, de modo genérico, sem relação com a questão da intolerância religiosa
  • negação da existência de intolerância religiosa
  • ateísmo, como uma decisão de não vinculação a credos religiosos (já a defesa da prática do ateísmo, livre de preconceitos e de intolerância por parte de pessoas adeptas de alguma religião, no entanto, é argumento válido e está dentro da temática proposta, desde que mencionadas as formas de combate à intolerância religiosa)
  • proselitismo, como estratégia de convencimento e/ou defesa religiosa de qualquer espécie

2. Texto insuficiente

Para conseguir pontuar, é necessário escrever mais de sete linhas. O texto será considerado insuficiente, se este limite não for respeitado. O mesmo vale para folha de redação deixada em branco, mesmo que haja escrito na folha de rascunho.

3. Cópia integral de texto motivador

O tema da redação vem acompanhado por textos motivadores para servirem de inspiração. Eles não podem ser copiados integralmente. O edital prevê que as linhas com cópia dos textos motivadores apresentados no caderno de questões serão desconsideradas para efeito de correção e de contagem do mínimo de linhas.

4. Parte desconectada

A redação do candidato que apresentar “parte do texto deliberadamente desconectada com o tema proposto” também receberá nota zero.

São trechos como: reflexões sobre o próprio processo de escrita, bilhetes em geral (destinados à banca avaliadora, por exemplo), mensagens iniciadas por hashtag, mensagens de protesto, orações, mensagens religiosas, trechos de música, de hino, de poema ou de qualquer texto, desde que estejam desarticulados da argumentação feita na redação.

5. Assinatura

Também será anulada a redação que tiver assinatura, nome, apelido ou rubrica fora do local devidamente designado para a assinatura do participante.

6. Lingua estrangeira

O manual do Inep também deixa claro que será anulado o “texto integralmente em língua estrangeira”.

Polêmica sobre os direitos humanos

A decisão provisória da Justiça Federal que proíbe que seja automaticamente zerada a prova que tiver desrespeito aos direitos humanos anulou o item 14.9.4 do edital do Enem. Este item prevê nota zero para a redação que tiver “impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação, bem como que desrespeite os direitos humanos.”

Apesar da decisão, o autor de frases contra os direitos humanos também não vai conseguir tirar a nota máxima porque respeitar os direitos humanos é uma das exigências previstas em outra parte do edital. É que os mil pontos da prova são divididos na análise de cinco competências (veja abaixo). Uma delas ainda p

Competências cobradas

As cinco competências são as regras básicas pelas quais os corretores da redação atribuem as notas aos candidatos do Enem. Cada uma vale no máximo 200 pontos, por isso a nota máxima da redação é mil. Veja quais são elas:

  • Competência 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa.
  • Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.
  • Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
  • Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
  • Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Todas as redações serão corrigidas por dois avaliadores, assim como no ano passado. Caso a nota final de cada avaliador tenha discrepância de mais de 100 pontos, ou caso a nota de cada avaliador em uma das competências tenha discrepância de mais de 80 pontos, a redação passará por um terceiro avaliador.

Se a discrepância persistir, uma banca presencial com três professores avaliará a redação mais uma vez, para definir a nota final do candidato.

Título

O título é elemento opcional na produção da sua redação e será considerado como linha escrita. Porém, o título não será avaliado em nenhum aspecto relacionado às competências da matriz de referência.

Veja abaixo a definição do MEC para a prova de redação

” Na redação você deverá defender uma tese – uma opinião a respeito do tema proposto –, apoiada em argumentos consistentes, estruturados com coerência e coesão, formando uma unidade textual. Seu texto deverá ser redigido de acordo com a modalidade escrita formal da língua portuguesa. Você deverá, também, elaborar uma proposta de intervenção social para o problema apresentado no desenvolvimento do texto que respeite os direitos humanos. “

Por G1