Esporte – Blog do Fábio Cardoso

Esporte

Final das Olimpíadas Estudantis movimenta cerca de 5 mil pessoas em Petrolina

Animação das torcidas e a garra dos jogadores marcaram as disputas finais da 47ª Olimpíadas Estudantis de Petrolina que movimentaram cerca de 5 mil pessoas na última quarta-feira (13). Mais de 30 equipes disputaram as medalhas nas modalidades de futsal, basquete, vôlei, futebol de campo e handebol com jovens das categorias infantil (15 a 17 anos) e juvenil (17 a 19 anos).

As finais foram disputadas no Ginásio do Sesc, Ginásio Osvaldo do Flamengo e também no estádio municipal Paulo de Souza Coelho.  De acordo com o diretor de esportes de Petrolina, Rodrigo Galvão, além do grande público, as competições também mobilizaram mais de 4 mil alunos.

A secretária de Cultura, Turismo e Esportes, Maria Elena de Alencar, comemorou o grande público presente nas finais. “Foi com muita alegria que observamos a grandeza do esporte animado por estes alunos.  As escolas todas envolvidas numa festa linda, foi um dia de muitas recompensas para  o esporte estudantil quando pude assistir à maioria dos jogos representando nosso prefeito Miguel Coelho  que sabe a importância desta competição” , disse a gestora da pasta.

As medalhas foram entregues às equipes vencedoras ao longo do dia pelo diretor de esportes Rodrigo Galvão e também pela secretária Maria Elena de Alencar.  A 47ª Olimpíadas Estudantis de Petrolina teve início em maio com competições da fase mirim que mobilizaram mais de 1500 alunos de 12 a 14 anos. Na oportunidade, os estudantes de 39 escolas disputaram em cinco categorias: futsal, voleibol, handebol, basquetebol, futebol society.

As Olimpíadas Estudantis foram realizadas pela prefeitura, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes e as escolas campeãs seguem para a fase regional das Olimpíadas Estudantis de Pernambuco.


Técnico do Salgueiro parabeniza time por trabalho feito no ano e afirma: ‘Missão foi cumprida’

Técnico do Salgueiro Evandro Guimarães (Foto: Reprodução/ TV Grande Rio)

Faltou pouco para o Salgueiro conseguir a classificação para o mata a mata da Série C do Brasileiro. O time pernambucano jogou muito no sábado dentro de casa, no Cornélio de Barros. Álvaro e Jean Carlos marcaram dois gols em cima do Remo e a partida terminou em 2 a 1. Com a vitória, o Carcará terminou a primeira fase da competição na 5ª colocação, com 24 pontos. O time deteve o rebaixamento, mas não passou para a próxima fase, porque em Arapiraca, o Confiança venceu o ASA por 2 a 1, e chegou aos 25 pontos e assumiu a 4ª colocação do Grupo A.

Após a partida, o técnico do Salgueiro, Evandro Guimarães, fez uma avaliação do desempenho do time na campanha Série C do Campeonato Brasileiro.

– O grupo está de parabéns pelo trabalho que foi feito esse ano. Chegamos no final do estadual e depois conseguimos nos manter na Série C. Estamos tranquilos, conscientes e com a missão cumprida.

Com a eliminação na primeira fase da Série C, o técnico desabafou e falou das constantes críticas que costuma receber desempenhando suas funções.

– Pelo elenco que nós temos, contamos com poucos guerreiros para poder batalhar, às vezes é suspenso um ou outro. Ou então você tem que lidar com um jogador que não está jogando e tem que colocar para jogar. Daí quando você coloca para a frente, falam que você não soube respeitar o time. Se você fecha, toma o gol, falam que você foi medroso e tomou um gol. Entendeu, são críticas e críticas. Críticas que vem de pessoas que não entendem o que nós passamos.

Já em relação ao contrato com o Salgueiro, Evandro é cauteloso e disse que o momento é de descanso.

– Tenho que desligar meu telefone um pouquinho e descansar. Tenho um contrato com o Salgueiro, um vínculo. O contrato até quando a gente sentar para conversar outra vez. Vou descansar um pouquinho com a família para depois pensar na próxima temporada.

Por Juliane Peixinho, Salgueiro

Em noite de tudo ou nada, Salgueiro e Remo se enfrentam no Cornélio de Barros

O estádio Cornélio de Barros vai receber a partida entre Salgueiro e Remo (Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press)

Neste sábado, às 19h30, o Salgueiro recebe o Remo, no estádio Cornélio de Barros, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C. A partida vai definir o futuro das duas equipes na competição. O Carcará, sétimo colocado com 21 pontos, sonha com a vaga nas quartas de final, mas ainda corre risco de rebaixamento. Já o Leão Azul, quarto colocado com 22 pontos, quer permanecer entre os quatro melhores do Grupo A.

O Salgueiro vai entrar em campo pressionado. Para avançar de fase, o time precisa vencer e torcer por tropeços do Confiança, contra o já rebaixado ASA, e do Cuiabá, contra o vice-líder CSA. Mesmo não dependendo só de si, o clima no elenco e na torcida salgueirense é de otimismo.

Diferente das últimas partidas, quando empatou com o Sampaio Corrêa e perdeu para o CSA, o técnico Evandro Guimarães vai ter o time todo à disposição. O zagueiro Ranieri e o meia Diego Aragão, que estavam suspensos, reforçam a equipe.

O jogo

Local: Estádio Cornélio de Barros, Salgueiro-PE

Data: 09/09/17

Horário: 19h30

Provável time do Salgueiro: Mondragon; Diego Aragão, Ranieri, Luís Eduardo e Daniel; Rodolfo Potiguar, Moreilândia, Toty e Cássio Ortega; Jean Carlos e Álvaro.

Arbitragem: André Luiz de Freitas Castro será o árbitro, tendo como auxiliares Leone Carvalho Rocha e Marcio Soares Maciel, todos de Goiás.

Transmissão: Tempo Real no GloboEsporte.com

Por GloboEsporte.com, Salgueiro

Mondragon pede Salgueiro focado contra o Remo. “Temos que fazer nossa parte”

Para conquistar a vaga nas quartas de final da Série C, o Salgueiro precisa vencer o Remo neste sábado, no Cornélio de Barros, e torcer por tropeços do Confiança e Cuiabá. A situação da equipe pernambucana, que está em sétimo lugar no Grupo A, com 21 pontos, um a menos do que os rivais que aparecem na sexta, quinta e quarta colocações, não é das mais simples, porém, o grupo continua acreditando na classificação para a segunda fase.

O goleiro do Carcará confia na conquista da vaga para as quartas de final da Série C (Foto: Ivo Ferraz / TV Grande Rio)

Titular absoluto do gol do Salgueiro durante o ano, o goleiro Mondragon quer que a equipe entre focada no jogo contra o Remo, sem pensar nos outros resultados.

– A confiança é grande, mesmo dependendo de outros resultados. Temos que fazer nossa parte primeiro e deixar ver o que pode acontecer. Mas, nosso foco, é no nosso jogo – garante o Camisa 1 do Carcará.

Mondragon espera que o torcedor do Salgueiro compareça ao estádio Cornélio de Barros para ajudar a equipe.

– Eles vão poder nos ajudar muito, passando aquela corrente positiva, sabendo que vai ser um jogo difícil porque o Remo também está lutando para classificar. Temos que fazer um grande trabalho para vencer, respeitando sempre, mas temos que lutar por essa vitória – afirma o goleiro.

Por Emerson Rocha, Salgueiro

Salgueiro chega na última rodada da Série C podendo classificar ou ser rebaixado

derrota para o CSA deixou o Salgueiro em situação complicada na luta pela classificação paras as quartas de final da Série C. Para terminar a primeira fase entre os quatro melhores do grupo A, o Carcará do Sertão precisa vencer o Remo, na última rodada, e torcer por tropeços do Confiança e do Cuiabá. Além disso, mesmo que pequena, o time ainda tem chances de ser rebaixado para a Série D.

GloboEsporte.com explica tudo o que pode acontecer com a equipe pernambucana na última rodada do Brasileirão.

A derrota para o CSA complicou a situação do Salgueiro na Série C (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)

Contas para classificar

O Salgueiro chega na última rodada ocupando a sétima posição do grupo A, com 21 pontos, seis vitórias e dois gols de saldo. A equipe tem um ponto a menos do que Cuiabá, sexto, Confiança, quinto, e Remo, quarto colocado.

Sábado, às 19h30, o Salgueiro tem um confronto direto contra o Remo, no Cornélio de Barros. Vencendo, o time do técnico Evandro Guimarães ultrapassa o rival e fica na torcida por um empate ou derrota do Confiança, que visita o já rebaixado ASA, e do Cuiabá, que recebe o vice-líder CSA. Perdendo ou empatando, o Carcará do Sertão estará eliminado.

Se o Salgueiro ganhar do Remo e Cuiabá ou Confiança também vencer, os pernambucanos chegam nas quartas de final se o Fortaleza, que está em terceiro com 24 pontos e seis vitórias, perder em casa para o Moto Club. Assim, o Carcará ficaria com a mesma pontuação dos cearenses e uma vitória a mais.

Risco de queda

Embora seja bem pequeno, o risco do Salgueiro cair para a Série D existe. Para afastar essa possibilidade, o Tricolor salgueirense necessita de apenas um ponto. Os times ameaçados pela degola são: Moto Club, oitava colocado com 20 pontos, e Botafogo-PB, penúltimo colocado com 18 pontos. Se empatar com o Remo, o Carcará do Sertão chega a 22 e não poderá ser mais alcançado pelo Belo que, no máximo, chegaria a 21.

Parte do destino do Salgueiro na Série C será decidido no estádio Cornélio de Barros, contra o Remo (Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press)

Se perder do Remo, o Salgueiro vai precisar de um tropeço do Moto Club, que visita o Fortaleza, ou do Botafogo-PB, que joga fora de casa contra o Sampaio Corrêa. Um dos dois tem que, no máximo, empatar.

Se o Salgueiro perder o seu jogo e Moto Club e Botafogo-PB vencerem, a decisão do rebaixamento será através do saldo de gols. Nesse cenário, a disputa ficará apenas entre paraibanos e pernambucanos. O Belo ficaria com os mesmos 21 pontos do Carcará e o mesmo número de vitórias, seis para cada. Hoje, o Salgueiro tem saldo positivo de dois gols. O Botafogo-PB tem saldo negativo de quatro.

Por Emerson Rocha, Salgueiro

Tentando voltar ao G4, Salgueiro encara o vice-líder CSA, no Rei Pelé

Salgueiro pode retornar ao G4 do Grupo A nesta segunda-feira. O Carcará do Sertão enfrenta o CSA, no estádio Rei Pelé, em Maceió, às 19h. A partida encerra a 17ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C. Com 21 pontos, ocupando a sétima posição, o Carcará tem um a menos do que o Cuiabá, sexto colocado, Confiança, que está em quinto, e o Remo, que aparece na quarta posição.

CSA e Salgueiro se enfrentam no Estádio Rei Pelé (Foto: Rafael Brito / GloboEsporte.com)

Este será apenas o segundo jogo da história entre CSA e Salgueiro. Na primeira partida, no sertão de Pernambuco, os alagoanos venceram por 1 a 0. Para voltar ao G4, o Carcará não pode sair do Rei Pelé com a derrota. Caso empate ou vença, o Tricolor salgueirense termina a penúltima rodada entre os quatro melhores do Grupo A. Já classificado, o CSA, vice-líder da chave, quer ficar entre os dois melhores para garantir vantagem nas quartas de final.

Para o jogo, o técnico Evando Guimarães ainda não poderá contar com o zagueiro Ranieri, expulso na 15ª rodada contra o Cuiabá. O Jogador foi punido com duas partidas de suspensão. Quem também não joga é o meia Diego Aragão, que tomou o terceiro amarelo contra o Sampaio Corrêa. Quem volta a equipe é o atacante Jean Carlos.

O Jogo

Local: Estádio Rei Pelé, Maceió-AL

Data: 04/09/17

Horário: 19h

Provável escalação do Salgueiro: Mondragon; Toty, Rafael Araújo, Luís Eduardo e Daniel; Rodolfo Potiguar, Diogo, Moreilândia e Cássio Ortega; Jean Carlos e Álvaro.

Arbitragem: Emerson de Almeida Ferreira apita o jogo, tendo como auxiliares Ricardo Junior de Souza e Magno Arantes Lima. O trio é de Minas Gerais.

Transmissão: Tempo Real no GloboEsporte.com

Por GloboEsporte.com, Salgueiro

Derrotas de Remo e Cuiabá ajudam o Salgueiro na luta por uma vaga no G4

A partida entre CSA e Salgueiro, na segunda-feira, fecha a penúltima rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. Lutando para garantir uma vaga entre os quatro melhores da chave, o Carcará do Sertão, sexto colocado com 21 pontos, já tem o que comemorar. O Remo, que está em quarto, com 22 pontos, perdeu em casa neste sábado para o líder Sampaio Corrêa. O Cuiabá, que está em quinto, como a mesma pontuação dos paraenses, também perdeu. O Dourado tomou 1 a 0 do Moto Club.

A derrota do Remo no Mangueirão lotado foi boa para o Salgueiro (Foto: Brenno Rayol/TV Liberal)

Os tropeços dos rivais fizeram com que o Salgueiro precise apenas de suas forças para terminar a primeira fase no G4, garantindo presença nas quartas de final da Série C. Caso vença ou empate com o CSA, em Maceió, o time pernambucano termina a rodada no grupo dos classificados.

Caso perca em Maceió, o Salgueiro também chega na última rodada com chances reais de classificação. O time pernambucano se despede da primeira fase jogando no estádio Cornélio de Barros, contra o Remo. Se vencer o Leão Azul, o Carcará necessitaria de uma derrota ou um empate do Cuiabá contra o CSA.

Quem também está vivo na luta pela classificação para a segunda fase é o Confiança, que tem 19 pontos e que neste domingo recebe o Fortaleza, terceiro colocado, com 24 pontos. Na última rodada o Dragão visita o já rebaixado ASA.

Por Emerson Rocha, Salgueiro

Ranieri pega dois jogos de suspensão e desfalca o Salgueiro contra o CSA

Ranieri vai desfalcar o Salgueiro contra o CSA (Foto: Reprodução / TV Grande Rio)

Expulso na partida contra o Cuiabá, na 15ª rodada da Série C, o zagueiro Ranieri, que desfalcou o Salgueiro no empate contra o Sampaio Corrêa, também vai ficar fora da partida de segunda-feira, fora de casa, contra o CSA, vice-líder do Grupo A. O Jogador foi julgado nesta quinta-feira e punido com dois jogos de suspensão. Ranieri só retorna ao time no último jogo da primeira fase, contra o Remo, no Cornélio de Barros.

Sem Ranieri, a tendência é que Rafael Araújo siga fazendo a dupla de zaga com Luís Eduardo. Quem também vai desfalcar o time do técnico Evandro Guimarães é o volante Diego Aragão. O jogador, que vinha atuando na lateral-direita, levou o terceiro cartão amarelo contra o Sampaio Corrêa. Lateral-direita de ofício, Toty, que vem jogando no meio, deve retornar a sua posição.

Com 21 pontos, ocupando a sexta posição, o Salgueiro ainda sonha com uma vaga no G4. Para se garantir nas quartas de final, o time precisa fazer sua parte e contar com tropeços dos rivais que estão à sua frente, Cuiabá, Remo e Fortaleza. Mesmo fora da primeira das duas decisões do time, Ranieri confia na classificação do Carcará.

– Estamos sim [confiantes]. Vamos fazer nossa parte e torcer pelo tropeço dos nossos concorrentes diretos – diz o zagueiro.

Por GloboEsporte.com, Salgueiro

Com cabeça na Copa 2018, Brasil encara Equador pelas Eliminatórias

Willian ganhou a vaga no time titular de Tite Pedro Martins/Mowa Press

O Brasil já está garantido na Copa do Mundo e a missão de Tite agora é dar entrosamento à equipe para a principal competição de seleções do planeta. Nesta quinta-feira (31), o duelo será contra o Equador, pelas Eliminatórias. O palco do confronto será a Arena do Grêmio.

Para esse jogo, Tite convocou poucas novidades. Apenas o goleiro Cássio e o atacante Luan — e ambos começaram no banco de reservas.

O time terá só uma alteração em relação ao que vinha jogando. Sem ainda ter atuado na temporada europeia, Coutinho vai para o banco de reservas e Willian será titular.

O provável Brasil tem: Alisson; Daniel Alves, Miranda, Marquinhos e Marcelo; Casemiro, Paulinho e Renato Augusto; Neymar, Willian e Gabriel Jesus.

Do outro lado, os equatorianos fazem o chamado jogo da vida, pelo menos é dessa forma que a imprensa local tem classificado o confronto contra o Brasil.

Para levar a melhor contra a equipe de Tite, Gustavo Quinteros apostará em um ataque leve e que abusa da velocidade. O provável Equador tem: Máximo Banguera; Velasco, Achilier, Arboleda, Ramírez; Quiñónez, Christian Noboa, Antonio Valencia, Cazares, Caicedo; Fidel Martínez.

R7

Petrolina vai receber seletiva da Copa Brasil de Xadrez escolar

No dia 24 de setembro será realizada no Sesc Petrolina, no Sertão de Pernambuco, a etapa classificatória da Copa Brasil de Xadrez. A competição, que pretende reunir 100 enxadristas da região, vale vaga na fase nacional do torneio, que acontecerá em Dezembro, na cidade de Curitiba. Os interessados podem se inscrever a partir desta sexta-feira até o dia 20 de setembro. As vagas são limitadas.

Os cico melhores de cada categoria garantem vaga na fase nacional da competição (Foto: Divulgação / Sedel)

A seletiva será disputada em seis categorias: pré-mirim (sub-8), mirim (sub-10), semi-infantil (sub-12), infantil (sub-14), cadete (sub-16) e jovem (sub-18). De acordo com o coordenador do evento, Agnaldo Melo, para participar os jogadores precisam estar matriculados na escola. Os cinco melhores de cada categoria se garantem na etapa nacional.
A inscrição custa R$ 30,00 e pode ser paga até o dia 20. O pagamento dever ser feito via depósito ou transferência bancária para a seguinte conta: Caixa Econômica Federal, agência 0812, Op 13, conta 00117614-1. É preciso confirmar o pagamento pelo e-mail: agnaldofide@hotmail.com

Por GloboEsporte.com, Petrolina