Esporte – Blog do Fábio Cardoso

Esporte

Carcará do Sertão terá patrocínio da Prefeitura de Salgueiro reduzido pela metade

A Prefeitura de Salgueiro (PE), no Sertão Central, vai reduzir pela metade o patrocínio que concede ao Salgueiro Atlético Clube a partir de 2018. O time é o sertanejo mais bem-sucedido no Campeonato Pernambucano. Este ano o Carcará foi vice-campeão pernambucano, jogando contra o Sport.

De acordo com a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2018, aprovada no dia 14 de dezembro na Câmara de Vereadores e publicada esta semana pelo Poder Executivo, a ajuda financeira que a prefeitura empenha ao time vai cair de R$ 400 mil para R$ 200 mil por ano. Isso é o equivalente a quase R$ 16 mil por mês, um corte de 50%. (Com informações de Alvinho Patriota)


Times de futsal de Petrolina conquistam títulos no estado de Alagoas

Dois times de Petrolina conquistaram, neste domingo, nas categorias Sub 11 e do Sub 12, a Taça Alagoas Nordeste de Futsal, em Maceió. A competição aconteceu no Ginásio do Sesi e reuniu equipes de Sergipe, Pernambuco e Bahia.

imes de Petrolina brilham na Taça Alagoas Nordeste de Futsal (Foto: Jeferson Santino/ Arquivo pessoal)

Na categoria Sub 11, o time petrolinense conqusitou o título após vencer uma equipe de Aracaju por 2X0. Na categoria Sub 12, os meninos do Iate Clube derrotaram por 3X1 o time do Santos, de Recife.

Segundo o técnico dos times, Josiel Brandão, vencer a Copa fora de casa foi uma surpresa.

– Fizemos um grupo forte, treinamos pouco, mas os meninos já conheciam o conceito de futsal. E graças a Deus fomos vitoriosos.

Após a vitória, a equipe já faz planos.

– A gente vinha tentando planejar o próximo ano. Agora depois dessa copa, Recife e Caruaru já nos convidou para as competições. E queremos voltar à Maceió.

Por Juliane Peixinho, Petrolina

Brasil fica no Grupo E da Copa do Mundo e estreia contra a Suíça no dia 17 de junho

O sorteio que definiu a tabela dos oito grupos da Copa do Mundo Rússia 2018 aconteceu nesta sexta-feira (1º), em Moscou, capital da Rússia. A seleção brasileira conseguiu escapar de enfrentar as equipes da Inglaterra e da Espanha na primeira fase, ficando no grupo E, com as seleções da Suíça, Costa Rica e Sérvia.

A estreia do Brasil vai ser contra a Suíça, em Rostov, no dia 17 de junho de 2018. Depois pega a Costa Rica no dia 22, em São Petersburgo, e termina a fase de grupos contra a Sérvia, dia 27, em Moscou.

O Uruguai aparece no grupo A, e vai enfrentar a Rússia, Arábia Saudita, Egito, enquanto a seleção espanhola está no grupo B, pegando Portugal, Marrocos e Irã. No grupo C ficaram: França, Austrália, Peru e Dinamarca. Já a vice-campeã, a seleção da Argentina, ficou no grupo D, e vai jogar na primeira fase contra os times da Islândia, Croácia e Nigéria. A atual campeã mundial, a Alemanha, divide o grupo F com México, Suécia e Coreia do Sul. No grupo G, está Bélgica, Panamá, Tunísia e Inglaterra. O último grupo a ser definido foi o H, onde estão Polônia, Senegal, Colômbia e Japão.

Confira a tabela completa:

(fonte: El País Brasil/foto1: Getty Images)

Tragédia da Chapecoense: um ano do acidente que uniu o futebol

O dia 29 de novembro está eternizado no calendário do futebol brasileiro. Não por um jogo histórico, gol de placa, jogada incrível, tão pouco o nascimento de algum gênio da bola, mas sim pelo sentimento de tristeza e comoção que atingiu todos os brasileiros, não somente fãs de futebol. Na manhã do fatídico dia, uma terça-feira, o Brasil acordava com a notícia de que o avião da empresa boliviana LaMia, que levava a equipe da Chapecoense para a disputa da final da Sul-Americana, havia caído. Na aeronave, além dos atletas, toda a diretoria da equipe, comissão técnica, jornalistas e os tripulantes haviam sido vítimas de um erro que custou o sonho de um time, de uma cidade, de um país.

Era o ápice do sonho. Fundada em 1973, a equipe alviverde de Chapecó, cidade do oeste de Santa Catarina, chegava ao ponto máximo de sua história: a disputa de um título continental. Algo inimaginável para um clube que em 2009 disputava a série D do campeonato brasileiro.

Com uma administração que montava equipes competitivas, mas sem comprometer a saúde financeira do clube, a Chape foi acumulando vitórias e acessos, até que em 2014 chegou à elite do futebol nacional, onde se firmou. Em 44 anos de história, o time não possui nenhum rebaixamento.

Em 2016, depois de ser eliminada na Copa do Brasil para o Atlético Paranaense, a Chapecoense foi disputar a Sul-Americana, como previa o regulamento do mata-mata nacional.

Começou a competição batendo o modesto Cuiabá Esporte Clube. Depois, partiu para um desafio enorme, enfrentar o Independiente da Argentina, um dos maiores campeões continentais da América do Sul. Conseguiu a classificação. Passou pelo Júnior Barranquilla nas quartas de final e nas semis encarou o San Lorenzo, time do Papa Francisco. Chegar até a final não foi fácil. Uma defesa monumental do goleiro Danilo, caprichosamente no último minuto da partida, deu a Chape a oportunidade de disputar seu primeiro título internacional.

Além dos quase 210 mil habitantes da cidade de Chapecó, segundo o levantamento feito pelo IBGE este ano, a Chapecoense conquistava o Brasil com sua determinação, profissionalismo e carisma. Com a Arena Condá, casa do Alviverde, sempre cheia, a equipe modesta, comparada a outros times da elite nacional, dava uma aula de comprometimento e trabalho bem feito, dentro e fora dos campos.

Para conquistar a taça da Sul-Americana de 2016, a Chapecoense tinha pela frente um time que até então parecia invencível: o Atlético Nacional, campeão colombiano e da Libertadores daquele ano.

A tragédia

Depois da classificação, a expectativa para uma possível conquista histórica dominou o país. A equipe ganhava a torcida de quase todos os brasileiros. A partida seria a primeira final que o clube disputaria fora do Brasil. Seria.

Depois de embarcar na segunda-feira, dia 28 de novembro, no aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo, a equipe parou na cidade de Santa Cruz de La Sierra, onde a delegação enfim entrou no avião da empresa Lamia, com destino a Medellín, onde disputaria a primeira partida. No entanto, o pouso na capital colombiana nunca ocorreu. A aeronave, por falta de combustível, caiu em uma região serrana, bem próxima a cidade colombiana. O local de difícil acesso dificultou o resgate das equipes de busca.

Ao todo, mais de 70 pessoas morreram, entre atletas, comissão técnica, membros da diretoria do clube, jornalistas que fariam a cobertura da partida e tripulantes.

Apenas cinco pessoas sobreviveram ao acidente. Entre os atletas, o goleiro, Jackson Follman, o lateral, Alan Ruschel e o zagueiro Neto. Também resistiram a queda da aeronave, o jornalista Raphael Henzel e a comissária Ximena Suarezs. O goleiro titular da Chape, Danilo, foi resgatado com vida, mas não sobreviveu aos ferimentos.

A final da Copa Sul-Americana foi cancelada. No dia da partida, o Atlético Nacional, adversário da Chape na ocasião, prestou a primeira homenagem às vítimas.

Além da homenagem, o Atlético Nacional abriu mão do título. A Chapecoense foi declarada campeã da Copa Sul-Americana de 2016. Com o título, o clube ganhou a classificação para a Libertadores da América de 2017.

Chapecoense e Atlético Nacional, que utilizam as cores verde e branca em seus uniformes, tornaram-se equipes irmãs. As homenagens prestadas pelos colombianos aproximaram a população dos dois países, quebrando todas as barreiras geográficas.

Reconstrução

Para se manter viva em 2017, a Chapecoense contou com o apoio e solidariedade de muitos parceiros. Diversos times brasileiros disponibilizaram jogadores para o clube remontar o elenco, torcedores de outras equipes se associaram ao Verdão do Oeste para ajudar o clube financeiramente, além de doações organizadas por diversas frentes e entidades. Naquele momento, a Chapecoense tinha se tornado uma espécie de filho do futebol brasileiro, onde todos se sentiam responsáveis diante dos acontecimentos.

E logo, a magia que parece cercar a Arena Condá, estádio da Chapecoense, começou a aparecer. A equipe foi campeã do campeonato Catarinense de 2017, quebrando todas as expectativas com relação a um possível e natural fracasso, devido às condições em que a time começou a temporada.

Neste ano, a Chape disputou três competições internacionais. A Recopa, contra o próprio Atlético Nacional, a Libertadores e a Sul-Americana novamente. Não teve sucesso em nenhuma das três, mas aparentemente, o que poderia abater a equipe, fortaleceu. No campeonato brasileiro, a Chapecoense chegou a ficar na zona de rebaixamento por algumas rodadas, mas reverteu a situação. A uma rodada do fim do Brasileirão, o Verdão está na nona posição, com chances de se classificar para Libertadores.

Como uma fênix, a Chapecoense teve que perder tudo para renascer com uma força ainda maior do que a que tinha, quando chegou a seu maior momento esportivo. A equipe deixou de ser um time modesto do oeste catarinense para se tornar um time mundial, reconhecido em qualquer lugar do mundo e respeitado por todos. Para a Chape, taças e tempo de clube não são, necessariamente, sinônimos de grandeza. Na Arena Condá, cada dia vivido, superado e renascido representa um novo título. Que o grito que ecoou na voz de muitos torcedores permaneça no coração de todos os brasileiros: Vamos, vamos, Chape!

Estão abertas as inscrições para a 20ª edição da Copa Petrolina de Futsal

Uma das principais competições de base de Pernambuco, a Copa Petrolina de Futsal está com inscrições abertas até o dia 20 de novembro. Esta será a 20ª edição do torneio, que começou a ser realizado em 1997, e foi palco para nomes como Petros, que hoje defende o São Paulo, Nixon, ex-Flamengo, e Nildo Petrolina, que fez carreira fora do Brasil, em países como Hungria e Portugal.

A Copa Petrolina de Futsal chega a sua 20ª edição (Foto: Emerson Rocha)

Coordenador geral e idealizador da Copa, o radialista esportivo Luiz Villas Boas acredita que cerca de 80 equipes devem participar desta edição. Além das categorias sub-7, 9, 11, 13, 15 e 17, a Copa Petrolina de Futsal terá uma novidade este ano, que é a inclusão de equipes sub-20.

– Participam equipes dos mais diversos setores: escolas, clubes, associações, equipes de ruas, centros de treinamentos, clubes sociais, escolinhas de futebol das cidades de Petrolina, Juazeiro e Santa Maria da Boa Vista – destaca Villas.

A taxa de inscrição é de R$ 250 para times sub-7, 9, 11 e 13, caso a inscrição seja feita até o dia 15, o valor cai para R$ 200. Para as equipes sub-15, a taxa é R$ 300, com o desconto passa para R$ 260. Nas categorias sub-17 e sub-20 a inscrição custa R$ 350, passando para R$ 260, caso seja feita até o dia 15.

As inscrições deverão ser feitas através de depósito bancário nas agências lotéricas na Conta 4289 – 3, Operação 013, Agência da Caixa Econômica 0812 em nome de Ronaldo Adriano Ferreira Borges. Após efetuado o depósito, o representante da equipe deverá confirmar a participação na categoria escolhida, enviando cópia no WhatsApp da coordenação, nos números (87) 98872 6522 e (87) 9 8837 4077.

A Copa Petrolina de Futsal começa no dia 11 de dezembro e vai até o dia 23. Os jogos serão realizados no Ginásio Osvaldo do Flamengo e no Petrape.

 Por GloboEsporte.com, Petrolina

Santiago será sede dos Jogos Pan-Americanos de 2023

Depois de perder para Lima, no Peru, pela sede dos Jogos Pan-Americanos de 2019, o Chile foi eleito neste sábado (4) sede dos XIX Jogos Pan-Americanos de 2023.

Em Praga, a LV Assembleia-Geral da Organização Desportiva Pan-Americana (Odepa) decidiu entre as capitais Buenos Aires e Lima, que venceu por unanimidade. A organização é composta de 41 comitês olímpicos da América.

Segundo cálculos preliminares, os Jogos custarão cerca de US$ 500 milhões, dos quais US$ 200 milhões serão para a Vila Olímpica.

O investimento deve ser assumido pelo setor privado, que tem a possibilidade de vender as construções posteriormente. O Chile sediou os Jogos Sul-Americanos da Juventude em setembro e outubro deste ano.

Do Diario de PE

Marcelo, do Real Madrid, é investigado por suposta fraude fiscal

Do Diario de PE

A procuradoria de Madri apresentou acusação contra o brasileiro Marcelo, lateral do Real Madrid, por suposta fraude de meio milhão de euros ao fisco espanhol, segundo fontes judiciais nesta terça-feira.

O ministério público suspeita que Marcelo tenha utilizado uma série de empresas fantasma fora do país para ocultar dinheiro proveniente de direitos de imagem. A entidade entrou com denúncia contra o jogador por delito contra a Fazenda Pública.

Por meio desse esquema, a procuradoria da província de Madri considera que o jogador escondeu 490.917 euros em impostos da renda do ano de 2013.

Segundo a denúncia, Marcelo cedeu em 2006 “seus direitos de imagem à sociedade uruguaia Consultora Heltry S.A por um preço único de 70.000 dólares, que por sua vez cedeu os mesmos direitos um ano depois pelo valor de 802.813 euros à sociedade britânica Chatarella Investors Limited, com validade até 30 de junho de 2012”.

Em 2013, ambas empresas finalizaram esse contrato de cessão e Heltry “cedeu os diretos de Marcelo para outra sociedade uruguaia chamada Birsen Trade S.A.”, segundo a denúncia.

Para a procuradoria, “todas as estruturas societárias foram utilizadas para fazer ocultações fiscais dos benefícios procedentes da exploração de seus direitos de imagem”.

Em 2011, 2012 e 2013 Marcelo não declarou nada por direitos de imagem. Apesar disso, em 2013, a Birsen Trade “obteve receitas de 1.168.764,38 euros aparentemente derivada de exploração de direitos de imagem do denunciado, despachadas por Real Madrid, Adidas e Panini”, segundo a procuradoria.

Os benefícios deveriam ter sido declarados ao fisco espanhol, segundo a procuradoria, que quantifica em 490.917,70 euros o prejuízo para a Fazenda Pública.

A denúncia apresentada contra Marcelo está relacionada às várias denúncias que a procuradoria de Madri apresentou nos últimos meses. Vários jogadores foram acusados por suposta fraude fiscal relacionada com receitas de direitos de imagem.

Em julho, o astro português Cristiano Ronaldo compareceu ao juizado para depor em investigação de suposta omissão de 14,7 milhões de euros, entre 2011 e 2014.

Atletas do Força Jovem de Santa Cruz fazem apelo para adquirir apoio logístico e participar de competição

Os jovens atletas Jefferson Moura e Klebson Pereira do time de futsal Força Jovem de Santa Cruz-PE no Araripe, estão fazendo uma campanha para conseguir apoio para participarem da disputa na segunda edição da Taça Sertão de Futsal Nordeste, que acontecerá entre 12 a 15 de outubro em Ouricuri-PE.

A equipe não dispõe de apoio logístico (transporte, alimento e recreação).

“Venho aqui através desta mensagem pedir uma ajuda para o time Força Jovem de Santa Cruz-PE que ira disputar a 2ª edição da Taça Sertão de Futsal Nordeste. Ajude-nos com qualquer valor, pois será valioso para não ficarmos de fora dessa disputa que é muito importante para nós jovens atletas, que sonhamos conquistar uma oportunidade no esporte profissional”, (mensagem de Jefferson e Klebson).

Para ajudá-los entrar em contato

Jefferson Moura (87)99615-6271 Klebson Pereira (87) 9 9667-0204

Abertas inscrições para a 3º Pedalada Rosa em Petrolina

O mês de outubro é voltado a conscientização e a prevenção do câncer de mama. Em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, será realizada a 3º edição da Pedalada Rosa. O evento será no dia 22 deste mês e contará também com outros atividades como arrecadação de lenços, de alimentos e oferta de serviços gratuitos de aferição de pressão, orientações e avaliações médicas, entre outros.

Pedalada Rosa reuniu cerca de 150 pessoas em Petrolina (Foto: Amanda Lima)

Estão sendo disponibilizadas 200 vagas. As inscrições custam R$ 10 e podem ser feitas em uma loja especializada em bicicletas na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio, nº 585, no Centro da cidade; ou em outra loja, na Avenida 32 do bairro Cohab Massangano. Também é necessário doar, no mínimo, 2 kg de alimento não-perecível, que serão doados para a Associação Petrolinense de Amparo à Maternidade e à Infância (Apami).

O percurso será de aproximadamente 14 km. A concentração será às 7h, na Orla I da cidade. A inscrição dá direito a uma camisa de manga longa, sorteio de brindes durante o evento e café da manhã. Também serão ofertados serviços de aferição de pressão arterial, avaliação de índice glicêmico, de Índice de Massa Corporal (IMC) e orientação nutricional antes e depois do passeio ciclístico.

O grupo Pedal Rosa também está arrecadando lenços para mulheres que estão em tratamento quimioterápico contra o câncer de mama. As doações poderão ser entregues na data do evento ou, previamente, nos locais de inscrição descritos acima.

Por Globoesporte.com

Abertas as inscrições para a Corrida do Vinho, em Lagoa Grande

Estão abertas as inscrições para a Corrida do Vinho. A competição será realizada no dia 25 de novembro, em uma vinícola da cidade de Lagoa Grande, no Sertão de Pernambuco. Os interessados têm até o dia 20 de novembro para garantir uma das 500 vagas disponíveis.

A Corrida do Vinho será realizada no dia 25 de novembro (Foto: Emerson Rocha)

As inscrições estão sendo feitas no site do evento. O primeiro lote custa R$ 80 e o segundo R$ 100. Este ano, a prova terá percursos de 5km e 15 km. Organizador da corrida, Natanael Barros destaca a importância da competição para o Vale do São Francisco.

– É uma forma de fomentar o enoturismo e a corrida de rua na região.

Por GloboEsporte.com, Petrolina

Liga do Nordeste começa na terça-feira

Fonte  / FPFS

Com um novo formato que promete mais emoções e muita disputa, a Liga Nordeste de Futsal 2017 está oficialmente confirmada. A partir de agora, a competição passa a ter três sedes – com um grupo cada -, com mais de um representante por Estado. A bola começa a rolar para todas as chaves no dia 26 de setembro, encerrando a fase classificatória no dia 30 do mesmo mês.

As chaves foram separadas levando em consideração a proximidade de cada estado. Ficaram, assim, da seguinte forma

Grupo 1

Terá como sede a cidade de Lagarto, em Sergipe. Um total de seis equipes disputam a classificação na chave, sendo as seguintes:

Ass. Com. Ed. de Des. da Juv. Lagartense (SE), Educar (SE), Aacademia Baiana de Futsal (BA), Ass. Des. Leônico (BA), Ass. Des. Ácrata (AL) e Poliglotas (AL).

Grupo 2

A cidade de Campina Grande, Paraíba, recebe a chave 2 da competição, com os seguintes clubes:

Treze (PB), Brejo do Cruz (PB), Ass. Esp. Caruaru – ASEC (PE), Náutico (PE), Macau (RN).

Grupo 3

O município de Horizonte, Ceará, foi definido como sede da chave, que contempla seis equipes, sendo elas:

Horizonte (CE), Pague Menos (CE), Cajuína (PI), Krac (PI), Balsas (MA), e Moto Clube (MA).

Forma de disputa

Em formato de pontos corridos, as equipes se enfrentam dentro das chaves e os dois melhores de cada grupo avançam, além dos dois melhores terceiros colocados.

Com a definição dos que seguem na luta pelo título, forma-se uma classificação geral definida pelo índice técnico – que irá estabelecer os confrontos da fase final. Os jogos terão caráter eliminatório, de ida e volta, começando a partir de outubro.

Final das Olimpíadas Estudantis movimenta cerca de 5 mil pessoas em Petrolina

Animação das torcidas e a garra dos jogadores marcaram as disputas finais da 47ª Olimpíadas Estudantis de Petrolina que movimentaram cerca de 5 mil pessoas na última quarta-feira (13). Mais de 30 equipes disputaram as medalhas nas modalidades de futsal, basquete, vôlei, futebol de campo e handebol com jovens das categorias infantil (15 a 17 anos) e juvenil (17 a 19 anos).

As finais foram disputadas no Ginásio do Sesc, Ginásio Osvaldo do Flamengo e também no estádio municipal Paulo de Souza Coelho.  De acordo com o diretor de esportes de Petrolina, Rodrigo Galvão, além do grande público, as competições também mobilizaram mais de 4 mil alunos.

A secretária de Cultura, Turismo e Esportes, Maria Elena de Alencar, comemorou o grande público presente nas finais. “Foi com muita alegria que observamos a grandeza do esporte animado por estes alunos.  As escolas todas envolvidas numa festa linda, foi um dia de muitas recompensas para  o esporte estudantil quando pude assistir à maioria dos jogos representando nosso prefeito Miguel Coelho  que sabe a importância desta competição” , disse a gestora da pasta.

As medalhas foram entregues às equipes vencedoras ao longo do dia pelo diretor de esportes Rodrigo Galvão e também pela secretária Maria Elena de Alencar.  A 47ª Olimpíadas Estudantis de Petrolina teve início em maio com competições da fase mirim que mobilizaram mais de 1500 alunos de 12 a 14 anos. Na oportunidade, os estudantes de 39 escolas disputaram em cinco categorias: futsal, voleibol, handebol, basquetebol, futebol society.

As Olimpíadas Estudantis foram realizadas pela prefeitura, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes e as escolas campeãs seguem para a fase regional das Olimpíadas Estudantis de Pernambuco.